Síndico: Como Equilibrar a Vida Pessoal e Profissional?

Hoje em dia, com as facilidades dos meios de comunicação, é possível participar de várias atividades e discussões ao mesmo tempo. Isto é facilitado através de grupos do Whatsapp, Facebook, aplicativos de reuniões, etc. Infelizmente, essa prática torna-se negativa quando se começa a misturar a vida profissional com a pessoal.

Um desequilíbrio entre essas duas situações pode, na maioria das vezes, não ser benéfico. Para o Sindico, esse equilíbrio torna-se ainda mais difícil, devido à proximidade entre o convívio familiar e a profissão.

Quer melhorar toda essa experiência? Então acompanhe nossas dicas e tenha sucesso na carreira de síndico!

Observe alguns pontos importantes:

Mantenha a disciplina

Aproveitar o máximo da vida pessoal e profissional exige disciplina constante. Assim, você deve buscar manter a ordem no trabalho e procurar tempo para pensar em como utilizará cada momento. Se possível, elabore um planejamento mensal e registre as prioridades que deverão ser atendidas a cada dia. Além de servirem como lembrete, as anotações permitem que você avalie se não beneficiou um tipo de atividade em detrimento de outras.

Não absorva todos os problemas

Um síndico profissional costuma ser conhecido pela habilidade de resolver conflitos. Mesmo que seja uma atribuição comum da função, é preciso tomar cuidado com a forma de lidar com esses conflitos. Nesses momentos, ter equilíbrio emocional é um diferencial para não absorver cada situação como algo pessoal.

Evite manter preocupações externas na cabeça e, principalmente, trazê-las para dentro da sua família. Você precisa lembrar que não é sua obrigação solucionar todos os problemas dos outros, mas sim buscar formas de auxiliar os moradores, por meios de um diálogo imparcial.

Defina seus horários de trabalho

A função de síndico deve ser tratada como qualquer outra profissão, principalmente em relação aos horários. Se você não colocar limites, será comum os moradores chamarem você em horários inapropriados, nos finais de semana ou madrugadas, para resolver qualquer tipo de problema. Assim você corre o risco de perder longas horas em reuniões a qualquer momento do dia, para resolver diversos tipos de problemas.

Para separar os períodos de trabalho dos de folga, você pode estabelecer horários de atendimento e divulgá-los nas áreas comuns. É claro que urgências costumam ocorrer e você precisará lidar com elas. No entanto, determinar dias e locais fixos para tratar de assuntos com os condôminos é uma forma eficiente de manter sua rotina equilibrada e livre do stress.

Utilizando um software de gestão, é possível criar salas de discussões que você responde no momento que julgar melhor.

Não misture assuntos pessoais e profissionais

Ainda em relação ao equilíbrio entre o Pessoal e Profissional, é preciso entender que o momento em família deve ser aproveitado ao máximo para descanso e interação e não para continuar tratando de problemas dos moradores. Lembre-se que qualquer mínima interrupção por problemas externos, pode prejudicar todo um momento especial.

Ao mesmo tempo, o exercício da função de síndico não deve ser influenciado por amizades com moradores mais próximos e exigências dos familiares.

Observe: tente limitar as conversas e ações aos públicos adequados, assim você pode livrar-se do desgaste excessivo e desfrutar de cada momento com mais tranquilidade.

Use a tecnologia a seu favor

A rotina de um condomínio pode oscilar entre períodos calmos e períodos mais turbulentos. Nesses momentos de maior correria e conflitos, é comum que o síndico fique sobrecarregado de tarefas e responsabilidades. Como consequência, a probabilidade deste profissional levar serviço para casa é bastante grande.

Para evitar esse tipo de situação, você deve considerar a contratação de tecnologias para automatizar os processos de sua gestão. Já existem diversos softwares destinados a ajudar o síndico na gestão do seu condomínio. Fazendo esta opção, diversas tarefas podem ser agilizadas e isto permite que você se dedique ao que é prioritário no condomínio.

Porém, a contratação de empresas terceirizadas para a administração dos condomínios pode burocratizar o processo e atrasar prazos. Escolha as plataformas virtuais que ajudem na automatização destes processos operacionais e que não limitem a capacidade de gestão do síndico. Uma boa solução é a contratação de serviços online para a autogestão ou gestão compartilhada dos condomínios, que auxiliam o profissional na execução de tarefas cotidianas, sem precisar contratar empresas externas.

E você, ainda é síndico de primeira viagem? Baixe Grátis o Manual Básico do Síndico Moderno Eficiente!

Você também pode se interessar:

About the Author:

Equipe de marketing e consultor jurídico especializados na área de condomínios. Acreditamos em empreendedorismo e na busca de soluções de TI que podem otimizar as relações entre indivíduos para contribuir com a gestão de forma colaborativa.

Leave A Comment

WhatsApp chat